• logo-argo

Perso News

Bleisure
28 de março de 2018

Bleisure: o que é e quais são as vantagens?

Viagens corporativas não precisam ser tão rígidas e sérias como imaginamos. Se o funcionário está em um lugar cheio de novidades para explorar, porque não deixar que ele aproveite a oportunidade?

Esse é o conceito de bleisure, uma tendência que vai mudar a visão de viagens em sua empresa.

Saiba mais no texto de hoje!

O que é bleisure?

Bleisure, também conhecido como “bleasure”, é uma combinação das palavras inglesas business, negócios, e leisure, lazer (ou pleasure, prazer). Esse conceito vem para atender as demandas de um novo tipo de colaborador e de empresa.

Por muitos anos, empresas vêm mandando seus colaboradores em viagens corporativas com agendas rígidas e horários marcados o dia inteiro. Porém, hoje em dia, se dedicar 100% ao trabalho o dia inteiro, não é o objetivo – o escopo principal é ter qualidade de vida, em qualquer lugar do mundo.

O que o conceito de bleisure traz é a possibilidade de conciliar as viagens corporativas com o lazer que uma viagem comum pode proporcionar.  A empresa faz um acordo com seu funcionário e ele fica alguns dias a mais em seu destino para aproveitar a experiência local.

Quais são as vantagens desse tipo de viagem?

O bleisure pode ser só um detalhe em uma viagem corporativa com objetivos importantes, mas ele traz muitas vantagens tanto para o colaborador, que tem a oportunidade de conhecer um novo lugar, quanto para a empresa.

Veja abaixo algumas dessas vantagens:

  • Funcionários mais descansados e adaptados ao local da viagem são mais produtivos;
  • A oportunidade deixa o funcionário mais satisfeito com a empresa, o que melhora seu desempenho;
  • A empresa pode economizar com passagens aéreas, caso o funcionário volte em um dia com preços mais baixos, quando estender sua estadia;
  • A empresa pode economizar com hospedagem, já que muitos hotéis baixam os preços de acordo com o número de estadias.

Ainda assim, o bleisure pode parecer complicado para algumas empresas. Afinal, o que é de responsabilidade da empresa ou do funcionário? Como é possível chegar a um acordo sobre isso?

Como entrar em um acordo sobre o bleisure?

Existem várias maneiras possíveis de entrar em um acordo com seus colaboradores sobre como o bleisure funcionará na empresa. As regras relativas a esse tipo de viagem devem estar na política de viagens corporativas para que tudo fique claro e todos tenham acesso.

Quanto tempo a mais de viagem?

Isso depende de quando a viagem será realizada e como o tempo a mais afetaria a empresa e o funcionário. Uma viagem que seria até sexta-feira, por exemplo, pode ser estendida até domingo. Uma viagem até domingo poderia ser estendida até terça, quando as passagens aéreas são mais baratas.

Quem paga os custos adicionais?

Normalmente, o funcionário paga as hospedagens extras, os custos adicionais da passagem de volta (se houver) e todas as suas despesas diárias.

A vantagem é que muitas agências e redes hoteleiras têm descontos para funcionários que estão em viagens corporativas e querem estender a estadia e, por isso, a viagem sai mais em conta.

Ou seja, o bleisure não costuma ter qualquer custo adicional para a empresa.

E quanto ao seguro-viagem?

Ainda há uma discussão, em termos legais, de quem é a responsabilidade pela segurança e bem-estar do viajante nesse tipo de viagem. Por isso, recomenda-se que o seguro cubra todo o período de estadia, mesmo quando ele não estiver mais a trabalho.

A empresa também pode pedir que o colaborador assine um contrato, eximindo-a das responsabilidades de possíveis acidentes nos dias de lazer. Porém, esse tipo de viagem costuma se basear em confiança.

O bleisure é uma prática que traz benefícios para todos – o funcionário, que pode juntar trabalho e diversão, e a empresa, que terá um funcionário muito mais satisfeito e uma imagem muito mais moderna.

Quer saber mais sobre viagens corporativas e suas tendências? Acompanhe nosso blog!